Dom Antônio de Almeida Lustosa (Servo de Deus)

Antonio de Almeida Lustosa nasceu no dia 11 de fevereiro de 1886 de uma família da burguesia de São João del Rei, Minas Gerais, Brasil. Dos pais, ele aprendeu o espírito de sacrifício e o valor do trabalho. Os salesianos tinham aberto há poucos anos o Colégio Dom Bosco de Cachoeira do Campo, e Antonio foi para ele aos dezesseis anos.

Dois anos depois decidiu ser salesiano. Distinguiu-se pela perspicácia intelectual e pelo empenho na vida religiosa. Foi ordenado sacerdote aos 26 anos. Foi logo escolhido como mestre dos noviços. Depois, como diretor em Lavrinhas, encarregou-se da formação dos aspirantes salesianos e dos estudantes de filosofia e de teologia. Além de ensinar, formava numerosos clérigos no apostolado salesiano, animando com a ajuda deles as paróquias e oratórios próximos.

Em 1925 foi convidado a aceitar a nomeação de Bispo de Uberaba, diocese de operários e mineradores. Quis ser consagrado no dia 11 de fevereiro, data que recordava a presença de Nossa Senhora em sua vida. Encontrou o seminário praticamente vazio. Depois de um ano tinha ao seu redor cerca de trinta seminaristas do ginásio. Ocupou-se dos marginalizados, fazendo sua a urgência da justiça social. Depois de nem mesmo quatro anos, foi transferido para Corumbá, Mato Grosso, sede maior e com maiores dificuldades para a evangelização. Depois de apenas dois anos era nomeado Arcebispo de Belém do Pará, imensa diocese do norte do Brasil. Ali ficou por dez anos, prodigalizando-se com a generosidade de sempre.

Em 1941 foi transferido para a importante sede de Fortaleza, capital do Ceará. Ali deu o melhor de si mesmo nos 22 anos de permanência, vivendo intensamente o “Da mihi animas” de Dom Bosco. É considerado o bispo da justiça social. Percebeu que a primeira evangelização consiste em dar novamente dignidade às pessoas e às famílias mais pobres. Pensou então em fundar ambulatórios, o hospital São José, escolas populares gratuitas e círculos operários. Inaugura a Sopa dos pobres e os Serviços Sociais da Arquidiocese.

Sem deixar de cuidar das almas, dá vida ao pré-seminário, ao Santuário Nossa Senhora de Fátima, e à emissora de rádio Assunção Cearense. A fim de assistir as famílias do campo, funda a Congregação das Josefinas, atualmente presentes em vários estados do Brasil. Dom Lustosa foi, como Dom Bosco, um escritor prolífico nos mais variados setores: teologia, filosofia, espiritualidade, hagiografia, literatura, geologia, botânica. Foi muito dotado também no campo artístico: são seus os vitrais da catedral de Fortaleza.

Em 1963, depois de 38 anos de atividade episcopal, retirou-se na casa salesiana de Carpina onde passou seus últimos quinze anos de vida e onde morreu em 14 de agosto de 1974. Seus restos mortais repousam na catedral de Fortaleza.

+NOTÍCIA
CONGREGAÇÃO | Vaticano – O Servo de Deus Dom Antônio de Almeida Lustosa SDB a caminho da venerabilidade

NOTÍCIAS

INSPETORIA | Jornada de visitas: Itinerário e Programação do Pe. Rafael Berjarano Rivera na Região Metropolitana do Recife

Obras Sociais acolhem representante Salesiano das Obras Sociais na América do 24 a 28 de fevereiro de 2024 A Inspetoria Salesiana São Luiz Gonzaga, no Recife (PE), recebeu o padre Rafael Berjarano, responsável pelas Obras e Serviços Sociais e pelos Migrantes da Congregação Salesiana em todo o mundo. Colombiano, mas residente em Roma, Padre Rafael […]

VER MAIS

PARNAMIRIM | Pastoral Escolar inicia projeto de reflexão e espiritualidade para colaboradores

A Quaresma é tempo da graça de Deus, tempo de reflexão e um convite à oração. Na última semana, a Pastoral Escolar do Colégio Salesiano Dom Bosco reuniu os colaboradores para vivenciar um lindo momento de oração e de reflexão sobre o tempo quaresmal. “Experimentar do amor de Deus em comunidade, fortalecer a fé e […]

VER MAIS

Vaticano – O Papa Francisco: “Os mártires são o sinal de que estamos no caminho certo”

(ANS – Cidade do Vaticano) – Nas intenções de oração para o mês de março, o Papa Francisco convida a rezar pelos novos mártires, testemunhas de Cristo, e recorda também o testemunho e a dor de um homem muçulmano que ele conheceu ao visitar um campo de refugiados na ilha grega de Lesbos. Sua esposa […]

VER MAIS

ATIVIDADES

  • 16-17/01: Convivência Vocacional
  • 26/05: II Encontro de Coroinhas
  • 26/05: Terço Mariano Vocacional
  • 26/05: Estágio Vocacional
  • 28/08: Adoração Eucarística
  • 06-07/09: Partilha Vocacional
  • 18/09: Concurso artístico vocacional Poemas, cordel, versos, paródia e música)
  • 21/09: Convivência Vocacional

CALENDÁRIO