ARACAJU | Os simulados são fundamentais para testar os conhecimentos dos alunos

ARACAJU | Os simulados são fundamentais para testar os conhecimentos dos alunos

ESCOLA E CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL 17 de maio de 2024
Lívia Maria Mendonça, de 16 anos, estuda no Salesiano Aracaju desde a Educação Infantil. Agora no último ano do Ensino Médio, ela tem feito vários simulados para fortalecer a preparação do Enem e demais vestibulares. "Eu faço simulados desde o 9º ano do Ensino Fundamental, tenho certeza que eles são essenciais para minha aprovação nos cursos de bioquímica ou biomedicina da Universidade Federal de Sergipe. Acredito também que os simulados diminuem a ansiedade na hora da prova", afirmou. Os simulados são fundamentais para treinar a gestão de tempo, o emocional e o físico, além de testar os conhecimentos dos alunos. Por isso, além de oferecer uma formação com valores humanos e cristãos, o Colégio Salesiano de Aracaju disponibiliza simulados nas modalidades Enem e Tradicional, durante todo o ano letivo. Essa ferramenta pedagógica é utilizada desde o Ensino Fundamental Anos Iniciais (1º ao 5º ano) até a 3ª série do Ensino Médio. Entretanto, a realização dos simulados é intensificada no Ensino Fundamental Anos Finais (6º ano ao 9º ano) e no Ensino Médio. [gallery columns="1" size="large" ids="421065"] De acordo com a coordenadora do Ensino Médio Tatiane de Souza, os simulados têm o objetivo de treinar os alunos para as provas, que garantem vagas nas universidades públicas e particulares. "Neste ano, aderimos também aos simulados da plataforma Evolucional, que são idênticos ao Enem e com correção TRI. Dessa forma, conseguimos intensificar a preparação dos nossos alunos. No dia do vestibular, eles já estão familiarizados com o estilo de questões e com a gestão do tempo da prova", explica a coordenadora. Quais são os benefícios da realização dos simulados? 1-  Ajudam o aluno a fixar os conteúdos aprendidos; 2-  São excelentes oportunidades que preparam o físico e o psicológico dos alunos nas grandes provas (Enem, concursos e vestibulares tradicionais); 3- O aluno aprende a resolver questões de vários conteúdos diferentes na mesma prova; 4- Ajudam na redução da ansiedade e tensão das provas oficiais; 5-  O estudante aprende a controlar o tempo de prova; 6- Ajudam o estudante a entender seus pontos fracos e fortes; 7 - O estudante compreende a lógica de funcionamento do exame para o qual está se preparando. [gallery columns="1" size="large" ids="421066"] Para Angelina Vitoria Matos Ferreira, de 14 anos, é muito importante começar a preparação do Enem desde cedo, não só no Ensino Médio. "Eu comecei a fazer simulados neste ano letivo, no 9º ano do Ensino Fundamental. A minha rotina ficou bem intensa e eu também estudo em casa. O primeiro simulado foi bem difícil para mim, mas eu consegui me adaptar. Tenho certeza que colherei os frutos no futuro de todo o meu esforço", destacou. Ex-aluno bem-sucedido [gallery columns="1" size="full" ids="421067"] Quem colheu os bons frutos do esforço e dedicação aos estudos foi o ex-aluno Vinícius Pimentel, que se formou em medicina pela Universidade Federal de Sergipe e foi aprovado nas residências de neurologia da Universidade Estadual Paulista,  da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e do Sistema Único de Saúde de São Paulo (SUS-SP). Vinícius Pimentel começou a estudar no Salesiano, em 2001, na Educação Infantil e finalizou os estudos, em 2014, no Ensino Médio. Durante 13 anos, ele foi formado com a razão, a religião e o amor do Sistema Preventivo de Dom Bosco. "Minha vivência no Salesiano sempre foi de acolhimento e de estímulo por todos, associado ao ensinamento de valores e virtudes. Acredito que isso ajuda a gerar em nós um entendimento de que cada um é passível de atingir aquilo que se deseja, sendo necessário o equilíbrio entre a humildade de correr atrás desse objetivo e a confiança de saber de que ele é alcançável", expressou. Por Jamili Vasco    
VER MAIS

MARIA AUXILIADORA, DAQUI PARA O MUNDO

MARIA AUXILIADORA, DAQUI PARA O MUNDO

ESCOLA E CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL 17 de maio de 2024
A MENSAGEM DO REITOR-MOR, Card. Ángel Fernández Artime Amigos, leitores do Boletim Salesiano, recebam a minha afetuosa e cordial saudação neste tempo de Páscoa. Num mundo atribulado, abalado por guerras e não pouca violência, continuamos a declarar, a anunciar e proclamar que Jesus Cristo é o Senhor, ressuscitado pelo Pai e que ESTÁ VIVO. E temos muita necessidade da sua presença em corações prontos a acolhê-l’O. Ao mesmo tempo, pude ver o conteúdo do Boletim deste mês, sempre rico e cheio de vida salesiana, que agradeço àqueles que o realizam. E ao ler as páginas, antes de escrever a minha saudação, encontrei-me na presença de muitos lugares salesianos no mundo onde chegou Maria Auxiliadora. Devo confessar que quando nos encontramos em Valdocco, na magnífica Basílica de Maria Auxiliadora, neste lugar Santo onde tudo fala da presença de Deus, da proteção materna da Mãe e de Dom Bosco, não conseguia imaginar como se havia cumprido o anúncio de Maria Auxiliadora a Dom Bosco, dizendo que daqui, deste templo mariano, a sua glória se difundiria pelo mundo. E assim é. No serviço destes dez anos como Reitor-Mor encontrei centenas de presenças salesianas no mundo onde a mãe estava presente. E também desta vez, queria narrar-vos a minha última experiência. Foi na minha última visita às presenças salesianas entre o povo Xavante que pude experimentar a Providência de Deus e o bem que continua a fazer-se e que continuamos a fazer entre todos nós. Pude visitar diversas aldeias e cidades no Estado do Matogrosso. Estive em são Marcos, na aldeia de Fátima, em Sangradouro, e à volta destes três grandes centros visitámos vários outros, entre os quais o lugar em que os primeiros salesianos se instalaram com o povo Xavante, um povo que era martirizado pelas doenças e em perigo de extinção, e que, graças à ajuda dos missionários, aos seus medicamentos e a dezenas de anos de presença afetuosa no meio deles, foi possível atingir a realidade de hoje com mais de 23.000 membros do povo Xavante. Esta é a Providência, o anúncio do Evangelho e ao mesmo tempo a viagem com um povo e a sua cultura, conservados hoje como nunca antes. Tive a oportunidade de falar com diversas autoridades civis. Agradeci por tudo o que pudemos fazer juntos para o bem deste povo e dos outros. E ao mesmo tempo permiti-me recordar com simplicidade, mas com honestidade e legítimo orgulho que quem acompanha este povo desde há 130 anos, como neste caso fez a igreja através dos filhos e das filhas de Dom Bosco, é digno de um olhar respeitoso e de que escutem a sua palavra. Fizemos tudo o possível para nos unirmos às vozes que pedem terra para estes colonos. A defesa da sua terra e da fé vivida com estes povos (neste caso com os Boi-Bororo) foi a causa do martírio do Salesiano Rodolfo Lukembein e do indígena Simão Meruri. Ao percorrer centenas de quilómetros de estrada, gostei de ver muitos cartazes que anunciavam: “Território de Reserva Indígena”. E pensei que esta para a melhor garantia de paz e prosperidade para este povo. E que relação tem o que estou a descrever com Maria Auxiliadora? Simplesmente tudo, porque é difícil imaginar um século de presença salesiana (sdb e fma) entre os indígenas Xavantes e não haver transmitido o amor pela mãe de nosso Senhor, e nossa mãe. Em são Marcos, todos ou quase todos os habitantes da aldeia, juntamente com os nossos hóspedes, terminaram o dia da nossa chegada com uma procissão e a récita do Santo Rosário. A imagem da Virgem era iluminada no coração da noite no meio da selva. Idosos, adultos, jovens e muitas mães que levavam as crianças adormecidas numa cesta aos ombros estavam em Peregrinação. Fizemos diversas paragens em diversos bairros da aldeia. Sem dúvida a Mãe, naquele momento, e sem dúvida em muitos outros estava a atravessar a aldeia de São Marcos e a abençoar os seus filhos e filhas indígenas. Não posso saber se Dom Bosco sonhou com esta cena da Virgem no meio da aldeia Xavante. Mas não há dúvida de que no seu Coração havia este desejo, com este povo e como muitos outros, seja na Patagónia, seja na Amazónia, seja no rio Paraguai…. E aquele desejo missionário realizou-se na Amazónia desde há 130 anos. Como escrevi no comentário do Lema, a dimensão feminino-materno-mariana é talvez uma das dimensões mais empenhativas do sonho de Dom Bosco. É próprio Jesus que lhe dá uma mestra, que é sua mãe, e que «o seu nome deve perguntá-lo a Ela»; Joãozinho deve trabalhar “com os seus filhos”, e será “Ela” que se ocupará da continuidade do sonho na vida, que o tomará pela mão até ao fim dos seus dias, até ao momento em que compreenderá realmente tudo. Há uma enorme intencionalidade  em querer dizer que, no carisma Salesiano em favor dos rapazes mais pobres, carenciados e privados de afetos, a dimensão do tratar com “doçura”, com mansidão e caridade, tal como a dimensão “mariana”, são elementos imprescindíveis para quem quer viver este carisma. Sem Maria de Nazaré falaríamos de outro carisma, não do carisma Salesiano, nem dos filhos e das filhas de Dom Bosco. Nesta festa de Maria Auxiliadora, no dia 24 de maio, em momentos diversos, Maria Auxiliadora estará presente nos corações dos seus filhos e das suas filhas em todo o mundo, quer em Taiwan e em Timor-Leste, quer na Índia, quer em Nairóbi (Quénia), quer em Valdocco, quer na Amazónia e na pequena aldeia de São Marcos, que não é nada para o mundo, mas que é um mundo inteiro para este povo que conheceu a Auxiliadora. Bom mês de Maria. Boa festa de nossa Senhora Auxiliadora para todos, de Valdocco ao mundo inteiro. Fonte: ANS
VER MAIS

AREIA BRANCA (RN) | Conscientização em Foco: Conselho Tutelar realiza palestra sobre Maio Laranja no oratório diário

AREIA BRANCA (RN) | Conscientização em Foco: Conselho Tutelar realiza palestra sobre Maio Laranja no oratório diário

16 de maio de 2024
Na noite desta quarta-feira, 15 de maio, o momento do "boa noite" foi conduzido pelo Conselheiro Tutelar Neto Duarte, que realizou uma breve palestra de grande importância sobre o Maio Laranja, uma campanha dedicada à conscientização e combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. O evento teve como objetivo informar e sensibilizar o nosso público sobre a gravidade desse problema e a necessidade de ações efetivas para sua erradicação. O que é o Maio Laranja? O maio Laranja é uma campanha nacional que visa mobilizar a sociedade em prol da proteção dos direitos das crianças e adolescentes, especificamente contra o abuso e a exploração sexual. Durante todo o mês de maio, são promovidas diversas ações educativas, palestras, seminários e atividades que buscam alertar a população e incentivar denúncias de casos suspeitos. A Campanha do Dia 18 de Maio O ponto alto da campanha ocorre no dia 18 de maio, que é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Essa data foi instituída em memória de Araceli Crespo, uma menina de oito anos que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973. O caso, que permanece impune, é um símbolo da luta contra a violência sexual infantil no Brasil. Durante a palestra, foram discutidos os seguintes tópicos: Identificação de sinais de abuso e exploração sexual: Como reconhecer os sintomas e comportamentos que podem indicar que uma criança ou adolescente está sofrendo abusos. A importância da denúncia: Os canais disponíveis para denunciar casos de suspeita, como o Disque 100, e a garantia do anonimato para os denunciantes. Medidas preventivas: Estratégias para prevenir situações de risco, tanto em casa quanto na escola e na comunidade. Apoio às vítimas: Recursos e serviços disponíveis para oferecer suporte psicológico e legal às vítimas e suas famílias. A palestra destacou a importância da participação de todos os setores da sociedade na proteção das crianças e adolescentes, ressaltando que a luta contra o abuso e a exploração sexual é uma responsabilidade coletiva. Com o engajamento de todos, é possível criar um ambiente seguro e acolhedor para nossas crianças e adolescentes. Vamos juntos proteger nossas crianças e adolescentes!   Por Danielly Mendonça   [gallery size="full" ids="420932,420933,420934"]
VER MAIS

AREIA BRANCA (RN) | Três alunos são confirmados em Copa de Taekwondo no Rio Grande do Norte

AREIA BRANCA (RN) | Três alunos são confirmados em Copa de Taekwondo no Rio Grande do Norte

ESCOLA E CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL 14 de maio de 2024
A Obra Social Dom Bosco apresenta seus atletas de Taekwondo, composta por crianças determinadas e dedicadas, que estão prontas para brilhar em mais uma competição emocionante. Três alunos participaram, no dia 11/05 (sábado) da III Copa AST de Poomsae Competitivo, no Ginásio Esportivo Jorge Tavares de Morais, em nova Parnamirim, Natal (RN), onde competiram com coragem e garra, representando não apenas a OSDB, mas, também, toda uma comunidade que acredita no potencial transformador do esporte. Esse evento é de nível regional e tem como foco o Poomsae Competitivo, que é uma ramificação da arte marcial Sul-Coreana. Os alunos têm se dedicado incansavelmente aos treinamentos, aprendendo não apenas as técnicas dessa arte marcial milenar, mas, também ,valores fundamentais como disciplina, respeito, trabalho em equipe e superação de desafios. O atleta Gabriel Jepherson (Juvenil Masculino) ficou em 1° lugar em sua categoria; Iasmin Vitória (Juvenil Feminino) ficou em 2º lugar em sua categoria; e a atleta Cecília Geovana conquistou o 3º lugar na categoria Cadete Feminino. Eles não só demonstraram habilidade técnica e determinação, mas, também, representaram o verdadeiro espírito de superação e dedicação. Essas conquistas não são apenas troféus para eles, mas símbolos de inspiração para todos nós, mostrando que, com esforço, foco e trabalho duro, podemos alcançar nossos sonhos. Parabenizamos esses jovens atletas pelo excelente desempenho e por nos encherem de orgulho! E agradecemos de forma especial ao treinador David Franklin Pessoa Ferreira, aos pais e apoiadores que os ajudaram nessa jornada. Que essa vitória seja apenas o começo de uma trajetória repleta de sucesso e realizações para nossos campeões! Cada medalha conquistada é fruto de treino, foco e disciplina aplicadas a esta arte marcial que também é esporte olímpico. (Direção da Obra Social Dom Bosco). Por Danyelle Mendonça [gallery columns="2" size="large" ids="420731,420732,420733,420734"]
VER MAIS

NOTÍCIAS

AJS | Em Maceió, realizada a Romaria Jovem 2024

No dia 25 de maio, a AJS Maceió realizou a Romaria Jovem, onde aconteceu uma linda caminhada; que saiu do bairro Osman até a Casa Dom Bosco na Santa Amélia. Uma tarde incrível, onde foi rezado o Santo Terço, seguido de caminhada com muita alegria e devoção a Nossa Senhora. Ao chegar na casa Dom […]
VER MAIS

CARPINA (PE) | Com muita diversão, Dia da Família foi celebrado no Salesiano Carpina

O clima de confraternização tomou conta da Escola Salesiana Padre Rinaldi, em Carpina-PE, na manhã deste domingo, 26 de maio, em comemoração ao Dia da Família. Entre os vários momentos, houve oração, brincadeiras, piquenique, circuito de atividades e muita diversão. O dia iniciou com a celebração da Missa, presidida pelo diretor, Pe. Rodrigo Menezes, SDB, […]
VER MAIS

VOCACIONAL | Em Areia Branca (RN), jovens participam de Encontro Vocacional

Nos dias 25 e 26 de maio, na comunidade salesiana de Areia Branca (RN), aconteceu o primeiro Encontro Vocacional Presencial deste ano, que reuniu jovens interessados em aprofundar seu discernimento sobre a vocação cristã e a vida religiosa salesiana. O evento contou com a participação de dois vocacionados, Alison Alderir e Jonas Ferreira, ambos naturais […]
VER MAIS

TEMAS

INSTAGRAM

YOUTUBE