Testemunho vocacional do salesiano José Geraldo (Uruçu Mirim, Gravata – PE)

Testemunho vocacional do salesiano José Geraldo (Uruçu Mirim, Gravata – PE)

26 de novembro de 2019 Por paulo
Sou José Geraldo, tenho 32 anos, nasci em Uruçu Mirim, distrito de Gravatá-PE. Aos 13 anos, fui para o Recife com o objetivo de estudar. Por lá, tive uma vida normal de estudos, namoro, festas e esportes. Quanto a prática religiosa, ia apenas às missas dominicais na Basílica Sagrado Coração, que ficava bem em frente à minha residência. Só comecei, porém, a conhecer os salesianos, por meio das atividades matutinas do oratório. Vocacionalmente, costumo dizer que a minha vocação salesiana é fruto do Oratório Salesiano, que acontece no Colégio Salesiano Sagrado Coração, Recife-PE. Foi lá onde tive a oportunidade de experimentar o ambiente salesiano – “casa que acolhe, escola que educa, paróquia que evangeliza e pátio para se encontrar com os amigos” (cf. C. 40). Com essa experiência, desde o início da minha caminhada vocacional, ficou muito claro para mim que seguir Jesus, na vida salesiana, não era só estar com Ele, mas sobretudo, fazer que os jovens vivessem felizes, com dignidade e liberdade, amando a Deus e amando-se entre eles. Essa foi a minha primeira vivência salesiana. Por fim, inspirado pelo modo de ser de Dom Bosco, quero continuar colaborando com Deus no grande projeto de salvar os jovens. Quero tornar-me Dom Bosco para outros jovens, sendo alegre, acolhedor, simples e disponível, de maneira que eles se despertem para estarem conosco – como salesianos consagrados ou como leigos comprometidos. Hoje, às vésperas da celebração pública definitiva da minha profissão perpétua, expresso, com gratidão e convicção: “Bom mesmo é ser salesiano” porque me sinto amado, respeitado e disponível para evangelizar e educar os jovens onde estiverem.
VER MAIS

Testemunho Vocacional do Salesiano Ivan Alves (Areia Branca – RN)

Testemunho Vocacional do Salesiano Ivan Alves (Areia Branca – RN)

26 de novembro de 2019
O meu caminho vocacional, como tantos outros, começa por acaso ou, para nós salesianos, começa com a Providência Divina. Mas, vamos começar pelo básico, me chamo Ivan Alves da Silva, tenho 26 anos e, nasci na cidade de Antônio Martins – RN, minha mãe se chama Antônia e meu pai se chamava Francisco (in memoriam), tenho três irmãs. Bem, como já disse, nasci em Antônio Martins, uma cidade pequena no Alto Oeste potiguar. Minha família sempre esteve ligada e muito próxima a religiosidade, porém, na época que nasci, todos em casa estavam afastados da igreja católica, razão pela qual só recebi o batismo bem mais tarde. No ano de 2001, depois que meus pais se separaram, nos mudamos para Areia Branca, um lugar inteiramente novo e, como todas as novidades, isso me causou forte impressão. Logo um amigo de minha mãe sugeriu “ocupa esse teu menino em algo, se ele ficar ocioso em casa pode acabar entrando em maus caminhos”, minha mãe, mesmo sem saber, adotou uma máxima salesiana para minha formação, sempre repetindo que “quando se está desocupado só se pensam em coisas ruins”, seguindo essa ideia, a partir de 2002 estava sempre com o tempo todo preenchido, estudava no período da tarde, mas pela manhã fazia aula de artes e a noite tinha aula de reforço. Na escola, alguns amigos comentavam sobre um lugar que ficava aberto a noite durante a semana e oferecia jogos e diversão, depois de certa insistência me convenceram a ir ver do que se tratava. Era um lugar chamado oratório Dom Bosco, ali haviam frases e fotos desse homem para todos os lados. Depois de semanas indo participar comecei a entender quem era o Dom Bosco que estava sempre presente em frases e quadros. Já no oratório, veio um outro convite “tem um grupo de catequese que funciona toda quarta à noite, vamos lá?” pensei muito a respeito pois estava cada vez mais cheio de coisas para fazer, mesmo assim decidi participar, iniciando o percurso para receber os primeiros sacramentos. Depois de um tempo de preparação, no dia 3 de abril de 2005 recebi o batismo pelas mãos do padre Raimundo Ricardo, homem santo e exemplo de salesiano conforme o coração de Cristo. No dia 17 daquele mesmo mês recebi a primeira comunhão. A catequese tinha, de certa forma, chegado ao fim, mas eu ainda estava no oratório e logo me veio o convite de um salesiano “Vem ser coroinha”, embora participante ativo da comunidade, o serviço ao altar não me chamava tanto atenção, mas como após as reuniões tínhamos o Centro Juvenil inteiro para nós, então eu aceitei. Logo, fui sendo absorvido pelo grupo e de repente já me via também entre o grupo de animadores do oratório. Em 2007 o padre Luiz Sampaio (in memoriam), foi enviado como pároco a Areia Branca, foi a ele que manifestei pela primeira vez a vontade de ser salesiano, a isso ele respondeu “reze, reze bastante e peça a Deus que te mostre o caminho”, assim fiz. Em 2008 o padre Gilberto Antônio foi enviado a minha paróquia, ele que me incentivou de forma mais direta e ainda naquele ano, após participar do estágio vocacional, pedi para começar o aspirantado. De 2009 a 2011 fui aspirante em Carpina – PE, tempo de muito estudo e trabalho, sempre procurando discernir a vontade de Deus. Em 2012 fiz o pré-noviciado em Jaboatão – PE, um tempo de imediata preparação ao noviciado. Em 2013 fiz o noviciado em Curitiba – PR, um ano muito especial, cheio descobertas e profundo discernimento que culminou com minha primeira profissão religiosa no dia 31 de janeiro de 2014. De 2014 a 2016 fiz o curso de filosofia pela universidade Católica de Pernambuco em Recife - PE e, depois, pelo Centro Universitário Salesiano de São Paulo em Lorena – SP. Terminados aqueles anos de intenso estudo e trabalho pastoral, fui convidado a retornar ao noviciado salesiano em Curitiba, dessa vez como assistente dos noviços das inspetorias do Nordeste, de São Paulo e do Sul, foram dois anos de serviços prestados naquela presença. Iniciei este ano os estudos teológicos na Lapa em São Paulo e, agora, estou na preparação mais imediata para a profissão perpétua. Lanço um olhar para tudo que vivenciei, para cada “acaso” em minha vida, cada encontro, cada pessoa e lugar, são muitos os sinais da presença de Deus em minha história, só tenho a agradecer ao Senhor da vida, aos meus familiares que me apoiam incondicionalmente, a tantas pessoas que, diariamente, elevam suas orações a Deus pelas vocações e aos salesianos que me acolheram. Doar-se a Deus para sempre, nada mais é do que buscar uma vida simples, inteiramente voltada aos mais pobres, especialmente os jovens. Conto com a presença de cada um de vocês no dia 25 de janeiro em Recife, e peço mais uma vez suas orações por mim e por todas as vocações.
VER MAIS

Testemunho Vocacional do Salesiano Deyvison José de Santana (Ipojuca – PE)

Testemunho Vocacional do Salesiano Deyvison José de Santana (Ipojuca – PE)

26 de novembro de 2019
Me chamo, Deyvison José de Santana, tenho 26 anos e sou natural do bairro de Nossa Senhora do Ó, na cidade do Ipojuca - PE. Sou o segundo filho de Rogério José de Santana e Josefa Iracilda de Melo Santana. Tenho dois irmãos, Deyse Letícia e Rogério Júnior. Comecei a frequentar a Igreja, na comunidade de Nossa Senhora do Ó, por meio de minha avó materna Iracy Batista, que me levava para as missas. Após a minha primeira comunhão, entrei para o grupo de coroinhas, no qual permaneci por sete anos. Durante esse período fui cada vez mais me inserindo na vida da comunidade, buscando ajudar no que era necessário. Em meu coração crescia o desejo de servir cada vez mais na comunidade. Após conversar com meu pároco, ele me encaminhou para fazer os encontros vocacionais arquidiocesanos em Recife, porém, como o passar do tempo percebi que faltava alguma coisa, isto é, um carisma, um jeito especifico, no seguimento de Jesus Cristo. Conheci o formando salesiano Marcelo Manuel (hoje padre), que me apresentou a vida religiosa salesiana, sobre tudo a vida do nosso pai fundador Dom Bosco. Depois de um período nos encontros vocacionais, pedi para fazer a experiência comunitária salesiana no aspirantado em Fortaleza - CE, no ano de 2011. Depois iniciei, em 2012, o pré-novciado em Jaboatão dos Guararapes - PE, no ano seguinte fiz o noviciado em Curitiba-PR, ao término deste fiz a primeira profissão religiosa, como salesiano de Dom Bosco em janeiro de 2014. Nos três anos seguintes, o pós-noviciado em Recife-PE e Lorena - SP. Depois fui designado para fazer os dois anos de tirocínio em Juazeiro do Norte. No início deste ano comecei os estudos teológicos em São Paulo-SP. Após um necessário processo formativo, pude experimentar a alegria e os desafios de abraçar uma vida de doação e entrega ao Senhor, através das pessoas. Durante todo esse tempo, conheci muitas pessoas, formadores, irmãos de comunidade, jovens e leigos, que foram fundamentais neste processo de crescimento humano e cristão. Neste período de preparação para a minha profissão perpétua, meu coração se enche ainda mais de alegria, em perceber a ação de Deus durante toda minha caminhada, que está apenas começando, tenho a certeza de que se hoje estou aqui, é graças a oração de muitas pessoas, aos sorrisos e lágrimas de tantos jovens e a ajuda de muitos irmãos de comunidade. Muito feliz em perceber que entrego minha vida, a algo que realmente vale a pena, a algo que transcende minhas forças e compreensão. Com a profissão perpétua buscarei prolongar meu sim durante todos os dias de minha vida, buscando ser na Igreja, sinal do amor de Deus a todos, especialmente aos jovens.
VER MAIS

COMUNICAÇÃO | Integração e protagonismo juvenil na cobertura

COMUNICAÇÃO | Integração e protagonismo juvenil na cobertura

21 de novembro de 2019
Antes mesmo do 24º Festival da Juventude Salesiana acontecer, reuniões de planejamento e dinâmicas foram realizadas para integração da Comunicação Inspetorial com a Pastoral Juvenil, grupos da AJS e a Equipe Suporte de Comunicação, colocando em prática o protagonismo juvenil a serviço do evento. O resultado de uma cobertura intensa, durante os três dias do Festival, foi visto através de transmissões ao vivo, matérias diárias, cobertura fotográfica de toda a programação, boa audiência nas mídias sociais - este ano, a novidade foi a cobertura através dos stories do Instagram; além de informações diárias para a imprensa Salesiana, resultando em matérias nacionais e internacionais. Nossos agradecimentos aos envolvidos na missão da comunicação do Festival aos nossos comunicadores: - Equipe Suporte Eduardo Aguiar (Coordenador Geral) Cristina Veras (Repórter) Paulo Nascimento (Repórter) Gabriela Lima (Repórter) Larissa Gabriele (Fotografa) Lucas Lisboa (Fotografo) Mikael Chacon (Cinegrafista) José Hewerton (Cinegrafista) Daniel Santos (Cinegrafista) Ayslan Câmara (Cinegrafista/Técnico de transmissão) Noberto Junior (Cinegrafista) Matheus Costa (Cinegrafista) Joaquim Freire (Coordenador de Transmissão) Wilquin Solano (Técnico de Transmissão) AJS Isabel Vasconcelos – AJS Aracaju Rhaldney Silva – AJS Caetés FM Padre Cícero – Juazeiro do Norte Hudson Jorge FM Dom Bosco - Fortaleza Nathan e Pe. Maurício Comunicação Inspetorial Paulo Thiago Pe. João Carlos Até o próximo ano! Já estamos na contagem regressiva para os 25 anos do Festival da Juventude Salesiana! Por Paulo Thiago
VER MAIS

PASTORAL JUVENIL | Festival movimenta juventude salesiana de todo o Nordeste

PASTORAL JUVENIL | Festival movimenta juventude salesiana de todo o Nordeste

21 de novembro de 2019
Evento é realizado no Recife e conta com a presença das Inspetorias São Luís Gonzaga e Maria Auxiliadora A animação da juventude salesiana do Nordeste tomou conta de todos os corredores do Colégio Salesiano Sagrado Coração de Jesus, no Recife, nesta sexta-feira (15). Até o domingo (17), mais de 800 jovens participarão de momentos culturais, de espiritualidade e de animação na 24ª edição do Festival da Juventude Salesiana. O evento, que é idealizado pela Pastoral Juvenil Salesiana da Inspetoria São Luís Gonzaga do Nordeste do Brasil, em comunhão com a Inspetoria Maria Auxiliadora, tem o objetivo de fazer uma integração das articulações de toda a região, celebrando a temática pastoral do ano e levando o carisma de São João Bosco e de Madre Mazzarello a todos os participantes do evento. O encontro começou com uma calorosa acolhida dos Jovens da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) Gramoré-RN e da AJS Gravatá-PE. Vestidos como um time esportivo, os representantes das duas delegações animaram os jovens que chegavam para participar do evento. Em seguida, uma animação no palco externo movimentou todos os participantes para entrarem no clima de festa e de confraternização. Outro destaque, foi uma mesa redonda transmitida pelas rádios salesianas do Nordeste. A atividade contou com a participação do inspetor Salesiano, padre Nivaldo Luiz Pessinatti, dos padres João Carlos Ribeiro e Francisco Inácio e de jovens da comissão da AJS. “Para nós salesianos, o festival celebra a caminhada da inspetoria em nossas casas e onde nós salesianos não temos presença. A expectativa é grande, pois conclui, de certa forma, os trabalhos da pastoral durante o ano. Estou muito contente com a realização do evento”, afirmou o delegado da Pastoral Juvenil, padre Francisco Inácio. Durante a noite, todos os jovens foram conduzidos à Quadra Dom Bosco, que foi palco da cerimônia de abertura. Apresentações das casas de João Pessoa-PB, Areia Branca-RN, Juazeiro do Norte-CE e Petrolina-PE abrilhantaram a noite dando ênfase ao orgulho de ser nordestino e reforçando a fé do povo. Além da celebração, uma cristoteca foi realizada para marcar a noite de abertura. “O Festival da Juventude Salesiana é uma iniciativa que nasceu do seio da Pastoral Juvenil Salesiana do Brasil. Existem vários eventos semelhantes, mas no Nordeste, ele adotou uma proposta muito interessante. Na verdade, a importância está na realização dos trabalhos dos grupos juvenis, nas paróquias e nas ações sociais. Além disso, o clima que se vivencia neste festival é de festa, de alegria, de gratidão e de compromisso”, disse o padre Nivaldo Luiz Pessinatti. Por Rhaldney Silva
VER MAIS

PASTORAL JUVENIL | Segundo dia do Festival da Juventude Salesiana celebra a fé o compromisso cristão dos jovens

PASTORAL JUVENIL | Segundo dia do Festival da Juventude Salesiana celebra a fé o compromisso cristão dos jovens

21 de novembro de 2019
Missa, ordenação, momentos culturais, festival de coreografias e de teatro e adoração ao Santíssimo Sacramento fizeram a alegria do dia Emoção, engajamento e muito protagonismo juvenil marcaram o segundo dia do Festival da Juventude Salesiana, neste sábado (16), no Colégio Salesiano Sagrado Coração de Jesus, no Recife. Celebração eucarística, catequese com os padres salesianos, atividades culturais, recreativas e religiosas envolveram os mais de 800 participantes da edição deste ano. Além de ser uma confraternização entre os grupos da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) Nordeste, o festival também reforça nos adolescentes e jovens e educadores o compromisso com a caminhada cristã. Este ano, durante a missa na Basílica do Sagrado Coração de Jesus, o salesiano Antônio João Nascimento Neto foi ordenado diácono, pelas mãos do bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio, e acolhido pela assembleia presente. A missa foi animada pelos integrantes da AJS Matriz de Camaragibe-AL. Um dos momentos que emocionaram os presentes foi o da ladainha de todos os santos. Ajoelhados e em clima de oração, todos entoavam o canto que recorda a vida das pessoas que são exemplo de vida para o povo de Deus. “Eu me sinto muito feliz pelo dia de hoje. Muitos dos meus amigos estiveram aqui, mas principalmente pela presença dos jovens no festival. Quero que todos saibam que o meu ministério é servir na família salesiana. Quero muito colaborar com a missão da congregação aqui no Nordeste”, declarou o diácono Antônio Neto. Outro destaque da manhã, foi a presença do pároco da Paróquia São José de Carpina-PE, padre Laércio José, que, nos últimos meses passou por graves problemas de saúde, se recuperou e foi no evento dar seu testemunho e agradecer pelas orações de todos. “Com grande alegria, celebramos a ordenação diaconal de Antônio Neto, uma pessoa tão querida pela juventude. Deus continua chamando e fala pelos acontecimentos. Desejo que este festival seja, de fato, uma fala de Deus para a juventude, convocando todos os jovens para sentir este chamado de Jesus. Que vocês, jovens, não tenham medo de dizer sim para realizar a missão”, afirmou o bispo auxiliar da Arquidiocese de Olinda e Recife, dom Limacêdo Antônio. “Estamos muito felizes com esta celebração alegre e festiva. É um momento muito pentecostal, porque junto com toda essa euforia juvenil, podemos celebrar o silêncio, a beleza e a presença do Espírito de Deus”, completou o inspetor salesiano do Nordeste, padre Nivaldo Luiz Pessinatti. Durante a tarde, os participantes também prestigiaram atividades culturais. Na quadra Dom Bosco, por exemplo, foi realizado o tão aguardado festival de coreografia. Integrantes de cinco Casas salesianas – Mazzarello (Recife-PE), Sagrado Coração de Jesus (Recife-PE), Serra do Mel (Rio Grande do Norte), Caetés (Abreu e Lima-PE) e o Colégio Salesiano de Salvador (BA) – expressaram diversas temáticas por meio da dança e da arte, valorizando a cultura e a fé do povo nordestino. Além disso, o esporte e as tendas vocacionais foram outros espaços que divertiram e informaram os jovens com atividades lúdicas, tendo como inspiração Dom Bosco e Madre Mazzarello. Em meio às variadas atividades da tarde, um número considerável de jovens aproximou-se do sacramento da Confissão, no Pátio da Misericórdia. Um dos momentos mais aguardados do sábado é o do Teatro Boa Vista. Este ano, a atividade contou com uma novidade: um pocket-show com o padre João Carlos Ribeiro. Após a sua apresentação, as Casas salesianas de Jaboatão-PE (Colônia), Escola Dom Bosco (Salvador-BA), Paróquia São João Bosco (Gramoré-RN) e Escola Dom Bosco (Recife-PE) abrilhantaram a noite com o festival de teatro. Desafios e conquistas da vida de Dom Bosco, a alegria de viver, a fé do povo sertanejo, a vivência dos jovens na Igreja e a vontade de nunca desistir dos seus sonhos, foram temáticas abordadas no local. Para encerrar a noite, uma procissão com Jesus Eucarístico tomou os corredores do colégio até à Basílica do Sagrado Coração de Jesus, finalizando com um precioso momento de adoração. Por Rhaldney Silva e Paulo Thiago Imagem: Equipe Suporte de Comunicação
VER MAIS

PASTORAL JUVENIL SALESIANA | AJS Nordeste celebra o encerramento do Festival da Juventude Salesiana 2019

PASTORAL JUVENIL SALESIANA | AJS Nordeste celebra o encerramento do Festival da Juventude Salesiana 2019

21 de novembro de 2019
Engajamento e o compromisso juvenil na Igreja foram palavras citadas na última missa do evento A Quadra Dom Bosco, no Colégio Salesiano Sagrado Coração de Jesus, ficou pequena para a missa de encerramento do 24º Festival da Juventude Salesiana. Cheios do espírito de Deus e iluminados pela liturgia do 33º domingo do tempo comum, os jovens agradeceram a Deus por mais uma edição do evento e pelo trabalho desempenhado nos grupos juvenis, durante todo este ano. A celebração eucarística foi presidida pelo delegado da Articulação da Juventude Salesiana (AJS) Nordeste, padre Renato Jorge, e concelebrada por diversos padres salesianos que estão atuando em escolas, paróquias, santuários e obras sociais da Inspetoria. A animação da liturgia ficou por conta do ministério da AJS Petrolina-PE. Em sua homilia, o padre Renato Jorge destacou o engajamento e o compromisso de todas as articulações, tendo como base a família salesiana. Ao final da celebração, ele convidou os pré-noviços e aspirantes que trabalharam na ornamentação do local, os funcionários do Colégio Salesiano do Recife, a comissão inspetorial da AJS, a equipe de pastoral, as irmãs salesianas, religiosos e vocacionados para o hino de Dom Bosco, acompanhados por todos os participantes do festival. “Desde agosto nós estávamos preparando o evento e graças a Deus deu tudo certo. Tudo foi feito e pensado com muito carinho, cada detalhe foi fruto da dedicação de todos que se empenharam para a sua realização. O maior presente que recebemos é o de ver a alegria de cada um membro da AJS e o entusiasmo dos jovens de evangelizar outras pessoas. Se Deus nos permitir, ano que vem celebraremos, com muita fé, os 25 anos de festival”, considerou o padre Renato Jorge. O padre destacou também o serviço de comunicação no festival, particularmente o empenho da Equipe Suporte (Natal-Gramoré). Como tradição, no último dia do evento, foi divulgado o resultado do sorteio da rifa que ajudou nos custos do festival e do deslocamento das delegações até o Recife. A casa que recebeu o prêmio foi o Instituto Maria Auxiliadora, de Natal, Rio Grande do Norte. Após a missa, o destaque da festa de encerramento foi a apresentação do grupo de Maracatu Yalu, envolvendo assim, os mais de 800 jovens na cultura pernambucana. O objetivo foi de encantar os participantes por meio da música, da alegria constante de uma igreja viva, jovem e em estado de saída, como pede o Papa Francisco. Por Rhaldney Silva Imagem: Equipe Suporte de Comunicação
VER MAIS

NOTÍCIAS

JABOATÃO-Oratório | Colônia de Férias acolhe cerca de 150 participantes

Escolhemos o mês de julho, férias escolares, e seguindo a proposta salesiana com o tema “Artesãos da Paz: Vamo simbora aprender”, realizamos a Colônia de Férias 2022, atendendo cerca de 150 crianças e adolescentes. Jogos interativos e cooperativos, brincadeiras de rua, escorrega, boliche humano no sabão, banho de mangueira, um divertido caça-ao-tesouro evangelizador, trilha ecológica, […]
VER MAIS

FMA | Irmã Yvonne Reungoat é nomeada para o Dicastério dos Bispos

A madre emérita do Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora foi nomeada pelo Pontífice nesta quarta-feira, 13 de julho. Além da irmã Yvonne também foram nomeadas outras duas mulheres para o Dicastério para os Bispos: Raffaella Petrini F.S.E., secretária geral do Governorato do Estado da Cidade do Vaticano, e a doutora Maria Lia Zervino, presidente […]
VER MAIS

MATRIZ DE CAMARAGIBE | Primeira reunião em preparação à Colônia de Férias 2022

Na última sexta-feira, 8 de julho, aconteceu a primeira reunião em preparação à Colônia de Férias 2022. É uma realização do Centro Juvenil Dom Bosco em parceria com a AJS e a Paróquia Senhor Bom Jesus. A tradição da realização é no mês de janeiro. Mas, esse ano, em especial, irá acontecer no segundo semestre […]
VER MAIS

TEMAS

INSTAGRAM

YOUTUBE